Trepadeira convida Ciclo 5

Ciclo 5, Trepadeira modos de criação compartilhados

em fevereiro 2013

O projeto Trepadeira realiza o ciclo 5 às avessas, invertendo as atividades que o compõem – estufas, picnic, performance e espião blogueiro.

Funciona assim:

Ciclo 5, às avessas: o ciclo 5 é um desdobramento dos quatro anteriores. No entanto, às avessas, porque a curadoria nasce a partir da experiência. Nada a priori. Não começamos mais pela Performance, e sim pelas Estufas.

Olhar para processos curatoriais vindos da dinâmica de Ricardo Basbaum, na sua proposição do artista-curador é a primeira Estufa.

Segue-se dela o Picnic, feito por todos nós, um lugar de encontro, momento de transição entre uma estufa e outra, entre um olhar e outro.

A Estufa 2, proposta por Eleonora Fabião, proporciona um espaço de performance, tornar seu corpo, performance, o Trepadeira, performance, nosso olhar, performance.

De 4 à 8 de fevereiro de 2013, na Sala Crisantempo, convidamos você para “trepar” possibilidades de dança, corpo, encontro, criação. Um espaço formativo, reflexivo, criativo.

Inscreva-se a partir de 10 de janeiro de 2013 enviando uma Carta de Intenção (seja bem ou mal intencionado) para estufa.trepadeira@gmail.com. Lá, diga-nos porque quer participar da Estufa de Ricardo Basbaum e Eleonora Fabião, de 4 a 8 de fevereiro.

Vagas disponíveis: 20, só vinte.

Realização: o projeto está no escopo do Prêmio ProCultura Funarte, premiado em 2012, realizado também neste ano, mas seguido deste último ciclo, na Sala Crisantempo, São Paulo.

Detalhes: www.trepadeira.wordpress.com

Contato: estufa.trepadeira@gmail.com

Resumindo:

ESTUFA: “O artista-curador” com Ricardo Basbaum – 4 e 5 de fevereiro 2013 a partir das 9h

PIQUINIQUE com Ricardo Basbaum e Eleonora Fabião – 6 de fevereiro  às 16h30

ESTUFA: “Performar” com Eleonora Fabião – 7 e 8 de fevereiro a partir das 9h

ESPIÃO: blogueiro que acompanhando todo o ciclo, supresa!

APRESENTAÇÃO: “Curadoria como fazer artístico” + proposição inicial do vídeo de Rodrigo Gontijo

Isso tudo porque: “é um projeto cultural que olha para si mesmo, em estado de aprendizado e reflexão crítica, e questiona o estado de curadoria não mais como legitimador de suas escolhas, mas responsável pelo espaço da partilha. O ciclo 5: Às avessas é então, um novo embrião para compreendermos o “artista-curador”, a “natureza do encontro criativo” e é o fomentador para propormos o Trepadeira Edição 2 – avesso da obra.